Home
Saiba por que evitar usar biquíni molhado Reviewed by Praias Alagoanas on . Alagoas é o paraíso das águas. Por conta disso, o uso de biquíni é frequente. A rotina da maioria das mulheres é praia, piscina, passeio ao ar livre, barzinho e Alagoas é o paraíso das águas. Por conta disso, o uso de biquíni é frequente. A rotina da maioria das mulheres é praia, piscina, passeio ao ar livre, barzinho e Rating: 0
Você está aqui:Home » Notícias » Saiba por que evitar usar biquíni molhado

Saiba por que evitar usar biquíni molhado

Alagoas é o paraíso das águas. Por conta disso, o uso de biquíni é frequente. A rotina da maioria das mulheres é praia, piscina, passeio ao ar livre, barzinho e muito sol. Ficando assim, longos períodos com o biquíni molhado após tomar banho de mar ou mesmo de piscina.

O problema, no entanto, é que o uso prolongado da roupa molhada traz ricos para a saúde e ajuda na proliferação de doenças. A principal delas é a candidíase vulvovaginal, infecção na região vaginal causada por um fungo. A umidade do biquíni combinado com o abafamento da região genital contribuem para o surgimento de germes. Os principais sintomas são coceira, ardência, vermelhidão, secreção vaginal e muito desconforto.

vaginose bacteriana é outra doença relacionada a umidade e calor na área genital. Ela se manifesta por um odor desagradável e, às vezes, por corrimento amarelado.

Umidade por suor também preocupa.

Nos dois casos, a mulher pode passar a doença para o parceiro. Então, é preciso tratar o casal, senão um fica retransmitindo o problema para o outro.

O tratamento da candidíase inclui o uso de antifúngicos orais e locais, além de cremes externos para aliviar a coceira. Já o da vaginose bacteriana é realizado com antibióticos tópicos e orais.

Dicas para evitar a candidíase

  • Mantenha o ambiente genital bem seco e sem umidade. Pode-se até usar um secador de cabelo para reduzir ao máximo a umidade na vulva e na vagina;
  • Prefira roupas íntimas de algodão, elas favorecem a ventilação;
  • Deixe toalhas e calcinhas secando ao sol, para acabar com os fungos;
  • Tenha sempre à mão peças de roupas secas para trocar depois do mergulho;
  • Cuidado com a qualidade da água onde se vai mergulhar. O recomendável é evitar locais poluídos e contaminados;
  • É bom não depilar totalmente a vulva, pois os pelos protegem a região.

 

calcinha

Fonte: extra.globo.com ; www.outramedicina.com

Alagoas é bonito demais

Deixe um comentário

© 2017 Praias Alagoanas - Portal de Turismo em Alagoas.

Voltar para o topo